Cuidados para se relacionar bem em “Comunidades Empreendedoras”

Como diz o professor e criativo Sérgio Bicudo Veras, “hoje não se criam startups, mas sim, grupos no WhatsApp”. E faz sentido o pensamento. O primeiro passo para quem quer discutir a vida e rumos de negócios, provavelmente você precisará formar um grupo online. Não importa o canal de comunicação.

Uma pergunta: será que você está aproveitando bem os grupos e comunidades empreendedoras que participa? Se está lhe perturbando, é hora de repensar sua participação.

Colaborando para a gestão da Cultura Empreendedora – um movimento que culminou em um ecossistema com mais de 5 milhões de profissionais, estudantes, acadêmicos e investidores – a gente aprende que todo cuidado é pouco para se relacionar com o público. Isso porque todo grupo tem moderação e exige o cumprimento das regras estabelecidas. Não se iluda em achar que é farra do boi e você pode tudo! Quer fazer tudo? Abra uma própria comunidade.

Veja algumas dicas que podem lhe ajudar a aproveitar melhor suas participações em grupos:

De olho nas regras. Provavelmente você já deve participar de grupos online e já deve ter percebido as regras que ficam fixadas. Você já leu até o fim? Se não, comece por aí e entenda a lógica e o foco dos papos. Se achar que não tem nada a ver com você, cai fora.

Se apresente (e venda seu peixe)! Entrou em grupos de WhatsApp ou em comunidades no Facebook ou LinkedIn e não falou nada? Provavelmente está perdendo oportunidades de se promover e iniciar um elo entre os integrantes. Entenda que grupo online não é pra ficar em silencio e “só observando”.

Sem maquiavelices! Todo bom relacionamento começa com a tal de CON-FI-AN-ÇA. Sem ela não há nada de bom entre pessoas. Quando entrar em grupos virtuais, evite fazer muitas perguntas, sem antes se apresentar adequadamente. Mande link do LinkedIn, indique o site de seu negócio, mostre-se. E se entrar para especular demais, saiba: você será excluído muito em breve!

Vai tretar? Tem certeza? Dezenas ou centenas de pessoas podem estar vendo seu estresse. Se achar que alguém lhe desrespeitou, sugiro que chame em particular e… fique à vontade para dialogar ou, até, tretar mesmo. Mas evite fazê-la em público. PS: Jamais diria para segurar sua ira. Pode lhe causar problemas de saúde.

Participe e aumente sua reputação. Compartilhar links de conteúdos que ler na Internet ou em sites de notícias é uma boa ideia. Melhor ainda é comentar o que outros publicam, para gerar assuntos em comum. Mostre que tem intelecto para opinar, mas sem apelar ou enviesar os temas.

Silencie o Grupo. Dica da empreendedora Lenah Sakai: “Quem orbita comunidades no Whatsapp pode deixar o grupo ‘silenciado’ para, somente, se dedicar a participar dele em momentos reservados a isso. Dessa forma, você reduz possíveis ansiedades desnecessárias.” 😉

Bom, colaborar é um elixir para quem está em grupos de empreendedorismo (e outros) que estão interagindo em comunicadores instantâneos ou nas redes sociais. Se você leu esse artigo e não entendeu o que precisa fazer, provavelmente será excluído ou se cansará rapidamente das comunidades virtuais.

Quer participar do ecossistema da Cultura Empreendedora? Clica nesse link: www.bit.ly/EcoEmpreendedor

Até o próximo artigo! Gostou? Comenta aqui e compartilha!

Thiago Ermano

Networker, Comunicador e Estrategista para a formação de Redes de Relacionamentos. É Gestor da agência da Reputação e Network Comunicar Bem e criador da primeira Escola de Networkers da América Latina.

1 Comentário
  • Sérgio Bogaert
    Postado às 10:46h, 29 setembro Responder

    Exatamente isso Thiago Ermano Jorge !
    Boas dicas e excelentes conselhos!

Deixe um comentário